27.1.16

escultura em pedra com papagaio la dentro que voa e cai de bico 
de Vasco Costa e Paulo Barros
Caldas da Rainha, Casa Bernardo
até 13 de Março


   
A Casa Bernardo tem o prazer de convidar para escultura em pedra, a exposição de Paulo Barros e Vasco Costa, no dia 14 de Janeiro às 22 horas até 13 de Março. 
Os meios que Paulo Barros mais privilegia como expressão artística, são os resultados de uma investigação plástica e estética, operados por processos e mecanismos do aleatório no domínio do desenho e da pintura.
Vasco Costa, por sua vez, desenvolve um interesse sobre os referenciais do espaço, e o seu condicionamento, actuando através de uma dialética da materialidade e da
objectualidade, memória e lugar. 
Esta exposição com papagaio lá dentro, apresenta uma abordagem ao próprio espaço. Os autores, conciliam um diálogo entre processos de experimentação, construção e acção que voa sobre a casa como tema e matéria, onde a cor, o desenho a superfície e o objecto, coabitam e cai de bico

P.A. III Prova de Artista
Encontro de Gravadores e Impressores
Residência de artista
Casa da Imagem, Vila Nova de Gaia


aqui apresento 4 calcografias utilizando chapas de um motor de uma máquina de soldar
impressos com tinta de off-set sobre papel antigo de linha azuis, papel Almaço
impressões únicas, com 2 e 3 cores
68,3 X 45,5 cm cada
2015

+



Técnica de impressão: Linoleo, uma cor (preto) 
pintado com aguarela 
Data de impressão: 2014
Tamanho aprox.: 13,5x10 cm 
Suporte: papel 180g.
Tiragem: 30
Todos assinados, numerados e datados de 1/20 a 20/20

Dínamo 10, inauguro #41
Viana do Castelo

A FLEUMA DO LIMITE



Manual da perceção:

Entro por uma porta de papel, aberta com contornos orgânicos. A superfície apresenta-se limpa, firme, seca, isenta de gorduras, poeiras e outras impurezas que possam contaminar quem contempla. Entre pincéis, trinchas, rolos e vassoura, tinjo progressivamente a superfície.
Um banho de tinta e cor.
Enfrento estas pinturas. O ato de pintar promove o preenchimento da área e unifica o todo, criando um conjunto de características comuns.
Renovo a operação. Formo um corpo que procura convocar territórios com diferentes tipos de expressão, desempenhados por linhas horizontais, alternadas com verticais, janelas retangulares com diferentes transparências e opacidades cromáticas de vestígios passados.

* * *

As relações entre espaço e ação definem a ambiguidade da sua estrutura, ao combinar diferentes relações estruturais no espaço visual: contacto, escala, ritmo, contraste, transparência, porção, limite e velocidade.
Estas pinturas tornam-se uma mimética através da relação do autor com o sentido pictórico. Construção e reconstrução como percurso entre o pensamento e a composição visual.

Paulo Barros e João Gigante


vista da instalação
 A FLEUMA DO LIMITE

+



Técnica de impressão: Linoleo, uma cor (preto) 
Data de impressão: 2014
Tamanho aprox.: 13,5x10 cm 
Suporte: papel mata borrão
Tiragem: 30
Todos assinados, numerados e datados de 1/20 a 20/20



9.2.15

nova impressão:



Técnica de impressão: Linoleo, uma cor (preto) 
Data de impressão: 2014
Tamanho: 18x18 cm 
Suporte: papel mata borrão
Tiragem: 30
Todos assinados, numerados e datados de 1/30 a 30/30


backstage
no Inauguro #34


Ao longo de 4 anos de actividade da Objectos Misturados, muitos artistas passaram pelo espaço e todos eles deixaram marcas: o cartaz que foi feito, um trabalho que ficou para trás, uma imagem, etc.

Nesta exposição colectiva, o Hélder e a Susana (Objectos Misturados) foram ao “backstage” da galeria e encontrámos muitas memórias. A ideia desta exposição nasce da possibilidade de encenar e de colocar em conjunto, os bons momentos que se vive com estas pessoas e/ou com estas obras.


Paulo Barros



Aitch + Paulo Barros



Maja Babic Kosir + Aitch 


Tina Siuda + Daniel Moreira


Miguel Ramos

Aitch + Daniel Moreira + Maja Babic Kosir + Miguel Ramos + Noa Snir + Paulo Barros + Tina Siuda


28.2.14

colagens 3D com moldura













6.12.13

algas s/ pedras



óleo s/ tela invertida
 88x107x3cm

3.12.13

última semana!
espero por vós com um abraço ;)








 na AISCA,  Doca Seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo. até 7 dez.


1.12.13

Preia MAR



Saco em lona com anzóis + corda (dos pescadores), encontrados junto à doca seca, Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo.




Rede de pesca do bacalhau, tábuas de um barco, pedra pomos, couro e um pedaço de madeira encontrados junto à Doca Seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo.




Tábua e pedaços de madeira partidos de um barco de pesca,  fio de pesca e anzol, sobre tubo de ferro, todos encontrados juntos à Doca Seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo.




Pata de uma galinha encontrada junto à Doca Seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo.





Esqueleto de uma gaivota encontrada junto à doca seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo.





Pedra com corda (peso para a pesca) encontrados junto à Doca Seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo.


 na AISCA,  Doca Seca - Engº. Duarte Pacheco, Viana do Castelo. até 7 dez.



21.11.13

exposição:
PreiA MAR



No INAUGURO #23
AISCA, Entrada da Doca - Edificio de Apoio à Doca Seca Eng.º Duarte Pacheco, Viana do Castelo
Até 9 de Dezembro.


1.11.13

PreiA MAR


Nível mais alto a que a maré sobe; maré alta; maré cheia; praia-mar


(Do latim plenamare-, «mar cheio»)

preia-mar In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. [Consult. 2013-10-14].




(crepúsculo, óleo s/ tela invertida, 110X100cm)




LANÇA.

ISCO
AZUL
CÉU/ MAR
CINZA/ DOURADO
HORIZONTE
FISGADO na
NASSA.
PESCADOR faz
REMAR
ANTROPÓLOGO e
SOCIÓLOGO na
COSTA e na
BARRA do
FAROL que é
LUAR.
NOITE/DIA com muitas
MILHAS de
LINHA sem
ANZOL dentro de
ÁGUA.
BANDEIRA e
MASTRO que
SOBE/DESCE nas
ESTAÇÕES em
CLIMA
QUENTE/FRIO com
SAL em
REDE.
BOIA na
BRISA da
JANELA dá
LUA / TERRA/ SOL de
ESTRELAS com o
NADAR sem
APNEIA.
SARGAÇO na
AREIA e na
PEDRA onde a
ONDA do
LETHES fica a
FLUTUAR sem
NAUFRAGAR no
NÓ que é
REFLEXO da
ANCORA.

ESPERA.



a BRISA das ESTAÇÕES que é FISGADA na COSTA do PESCADOR, transforma-se em ISCO para o artista ANTROPÓLOGO E SOCIÓLOGO.
um LEME onde o REMAR faz desta necessidade inestética, uma CORDA que é REDE quando o CÉU/MAR, AZUL, CINZA do HORIZONTE bate na BARRA da JANELA, faz do FAROL a BANDEIRA que se vê no MASTRO do DOURADO LIMA.
a BOIA é REFLEXO que FLUTUA na ONDA da LINHA do MAR, sempre que o SOL de ESTRELAS habita no CREPÚSCULO/AURORA da ÁGUA que SOBE/DESCE no HORIZONTE de AREIA ao perder-se da PEDRA e que vem no ANZOL da ANCORA.
sem DEMORA, sem NÓ.
.
(iscar frases soltas com palavras soltas com João Gigante e Paulo Barros)
----

No proximo INAUGURO #23
AISCA, Entrada da Doca - Edíficio de Apoio à Doca Seca Eng.º Duarte Pacheco, Viana do Castelo
Comissário: João Gigante
Inauguração dia 9 de Novembro, a partir das 15h00.


1.7.13

solstício #2




colagem com revistas velhas e livros de colorir antigo, sobre impressão em linóleo com 3 cores.
Tamanho total 42x59,5cm.
(série de 15 trabalhos, todos diferentes ao nível das imagens, temas e fundos, mas com mesma metodologia)




21.6.13

SOLSTÍCIO


"Solstício 2013"
colagem sobre linóleo #10
revistas velhas e livros de colorir sobre impressão em linóleo com 3 cores
tamanho total 42 x 59,5 cm sobre papel
(série de 15 trabalhos, todos diferentes ao nível das imagens/temas, mas com mesma metodologia)



9.4.13

> RESGATE

Inaugura no dia 13 de Abril às 21h00

Antiga Casa Sá CortinasRua Dom Diogo Pinheiro - Barcelos

com: Alexandre A. R. Costa, Andrea Inocêncio, André Fonseca, Catarina Cubelo, Carmo Osul, Dalila Vaz, Filipa Guimarães, Filipe Garcia, Francisco Laranjeira, Gil Freixo, Hernâni Reis Baptista , Horácio Frutuoso, Hugo de Almeida Pinho, Hugo Soares, Jérémy Pajeanc, João Abreu, João Gigante, João Pedro Trindade, Jorge Fernando dos Santos, José Alberto, Laetitia Morais, Luisa Martelo, Manuel Santos Maia, Maria Trabulo, Marta Bernardes, ±maismenos±, Miguel Arieira, Patrícia Oliveira, Paulo Barros, Paulo Mendes, Rui David, Sarah Klimsch, Sónia Carvalho, Tiago Casanova e Vasco Costa

+ Lia Gonçalves
+ Moirae

Curadoria de Hugo Soares